Notícias

Assalto em aeroporto de Blumenau com bandidos armados com fuzis deixa uma pessoa morta e duas feridas

Publicado em 15 de Março de 2019 por Super FM

Um assalto com bandidos armados com fuzis no aeroporto de Blumenau, no Vale do Itajaí, deixou uma pessoa morta e duas feridas na tarde desta quinta-feira (14). Uma delas, uma mulher, morreu no hospital. Segundo a Polícia Militar, entre seis e oito assaltantes cometeram o crime por volta das 15h20 e fugiram em dois carros.

A mulher, de 22 anos, que foi baleada estava no refeitório e foi atingida por uma bala perdida no tórax. O projétil atravessou a parede de uma empresa. Quando foi atingida, ela fazia um lanche no refeitório. A morte dela foi confirmada pela assessoria do Hospital Santa Isabel.

Os outros dois baleados são vigilantes do carro-forte que sofreu o assalto.

Em um vídeo, é possível ouvir os tiros disparados durante a ação criminosa (veja acima). O aeroporto fica no bairro Itoupava Central.

Roubo

O alvo dos criminosos eram três carros-fortes que abasteciam um avião com malotes de dinheiro. Os criminosos cometeram o roubo enquanto era feita essa baldeação, conforme a PM.

Os bandidos fugiram em direção a Massaranduba, Norte do estado. O Corpo de Bombeiros relatou que houve troca de tiros. O hangar onde houve o assalto é próximo de onde fica o helicóptero da corporação.

Os dois carros usados pelos criminosos foram encontrados no final da tarde abandonados em uma região de mata de Blumenau. De acordo com a Polícia Militar, em um deles havia um artefato explosivo, que precisou ser removido e desativado pelo Batalhão de Operações Especiais (Bope)

Relatos

"Escutamos os disparos. Não deu para identificar inicialmente o que era esses barulhos, mas depois a gente conseguiu, um colega nosso acabou até vendo elementos encapuzados cruzando a pista. Logo cessaram os disparos, a gente já tinha feito contato com a central por rádio para pedir apoio da Polícia Militar. Quando houve segurança no local, nossa equipe abordou e iniciou o atendimento", relatou o capitão do Corpo de Bombeiros Jair Pereira Júnior.

O consultor de serviços Fabiano Andres, que trabalha em uma empresa em frente ao aeroporto, descreveu o pânico das pessoas: "Pessoal correndo, pessoal desesperado, não sabia o que fazer, não sabia para onde ir, o pessoal correndo para a rua, o pessoal caindo. É uma coisa de terror. Para quem viveu, quem estava ali na hora... Não tinha o que fazer, não sabia o que fazer. Onde dava para se esconder, o pessoal que a gente conversou aqui na frente se escondeu embaixo dos carros da empresa. A gente se abrigou nos fundos da loja. Mas o tempo que a gente ficou na frente aqui escutava o barulho dos tiros passando. É terror".

"Provavelmente o primeiro dessa proporção aqui no município de Blumenau e também, acredito, em Santa Catarina por conta da organização deles e pelo calibre das armas, todos fuzis", afirmou o delegado Egídio Ferrari.

"Na hora você não pensa nada, você só quer se proteger e esperar que termine logo", afirmou Fabiano Andres.

O aeroporto de Blumenau é usado para pousos e decolagens de aeronaves de pequeno porte.

Deixe sua mensagem


PUBLICIDADES




ANUNCIE 720 x 90 PIXEL

Publicidade

PROMOÇÕES

ANIVERSARIANTES DO MÊS

Cadastre-se e tenha vantagens exclusivas!

PEDIDO MUSICAL

Pedido enviado com sucesso

Copyright 2009-2019 Rádio Super FM 89,1
Todos os direitos reservados

47 3653.1883

Rua Tenente Ary Rauen, 700
Papanduva - Santa Catarina - Cep 89370-000

Baixe o Aplicativo

Google Play

Desenvolvido