Notícias

CAMPANHA RESPEITE O CICLISTA - PAPANDUVA - SC

Publicado em 08 de Janeiro de 2018 por Super FM

Como o sol finalmente resolveu dar o ar da graça, também tem sido intensa a movimentação de ciclistas e pessoas caminhando ou praticando uma corridinha no fim de tarde. Mas a dica para todos, especialmente aqueles que não são tão acostumados, é usar roupas claras à noite. Nada de sair de preto, pois isso acaba sendo perigoso. Quanto mais clara a roupa mais fácil de serem vistos, evitando assim acidentes.

Para o motorista, não é à toa que a lei obriga o a passar a 1,5m de distancia de uma bicicleta ao ultrapassar (art.201 do Código de Trânsito). Essa distância toda tem seus motivos, embora nem sempre sejam claros para quem ainda não experimentou usar a bicicleta no trânsito.

Um leve toque de retrovisor na ponta de um guidão de bicicleta faz com que ele vire para a direita, desequilibrando o ciclista para a esquerda e fazendo com que ele caia na via em meio aos carros.

Não há destreza do ciclista que supere a física e a gravidade, portanto depois do toque é impossível impedir o processo de queda. Se o próprio carro que tocou o guidão não passar por cima de um braço ou perna da vítima, o veículo que vier atrás pode passar por cima de sua cabeça. Você não vai querer viver com essa culpa, certo?

E nem é preciso esbarrar no ciclista para que ele caia. O susto de um carro passando muito próximo ou muito rápido, ou até seu deslocamento de ar quando em alta velocidade, podem derrubá-lo da mesma forma, principalmente no caso de um ciclista iniciante ou idoso. E é por isso que ao art. 220 do CTB pede que o motorista reduza ao ultrapassar uma bicicleta.

Há vários motivos para ultrapassar a uma distância segura: o ciclista pode ter que desviar de um buraco (porque se não desviar, corre risco de cair na via); pode ter um desequilíbrio momentâneo que altere sua trajetória um pouco para o lado; o deslocamento de ar do veículo passando ao lado pode desequilibrá-lo; o espaço para ultrapassagem pode ser mal calculado e o retrovisor tocar o guidão.

 

Então evite acidentes e siga essas dicas:

Respeite o ciclista e na rua e dê preferência ao pedestre na travessia. É lei.

Reduza a velocidade e mantenha distância lateral superior a 1,5m ao ultrapassar o ciclista.

Caso não seja possível ultrapassar uma bicicleta com segurança, não ultrapasse. Aguardar um ou dois minutos atrás de uma bicicleta não é nenhum sacrifício: lembre-se que o congestionamento só existe por causa do excesso de carros.

Nunca “feche” o ciclista nas conversões à direita ou ao estacionar.

Ande devagar e sinalize as suas conversões e mudanças de faixa. A cidade não é um autódromo.

Nunca estacione sobre a calçada ou faixas de pedestre.

Não use o celular enquanto estiver dirigindo.

Dê carona e use racionalmente o carro.

Evite buzinar desnecessariamente. O barulho, além de incomodo, pode assustar ciclistas.

Ciclista, sempre ande na via certa e na direita, nunca na esquerda e muito menos na contramão. Procure usar refletores em sua bicicleta.

Motorista, Olhe sempre pelo retrovisor antes de abrir a porta do seu carro.

Deixe o carro em casa sempre que possível. Muitos deslocamentos podem ser feitos à pé ou de bicicleta. Experimente!

 

 

(Fernando Foggiatto - Rádio Super FM)

Deixe sua mensagem


PUBLICIDADES




ANUNCIE 720 x 90 PIXEL

Publicidade

PROMOÇÕES

thumb_promo

ANIVERSARIANTES DO MÊS

Cadastre-se e tenha vantagens exclusivas!

PEDIDO MUSICAL

Pedido enviado com sucesso

Copyright 2009-2018 Rádio Super FM 89,1
Todos os direitos reservados

47 3653.1883

Rua Tenente Ary Rauen, 700
Papanduva - Santa Catarina - Cep 89370-000

Baixe o Aplicativo

Google Play

Desenvolvido